Secretaria de Saúde mantém Programa de Controle do Tabagismo

A prefeitura de Conselheiro Lafaiete, por meio da Secretaria Municipal de Saúde desenvolve trabalho dentro do Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT) que foi desenvolvido com o objetivo de estimular os fumantes a deixarem de fumar. Segundo a coordenação o programa tem o tempo de duração de 01 ano, realizado por meio de reuniões semanais, mensais e semestrais; propõe uma abordagem e assistência multidisciplinar, contando com uma equipe composta por médico, enfermeiro, psicólogo, nutricionista, terapeuta ocupacional e fisioterapeuta; sugere grupos de 10 a 15 pessoas, facilitando o acompanhamento dos participantes. Tem como critério principal para participação a vontade do usuário em querer para de fumar.
São desenvolvidos dois métodos para cessação de fumar, sendo eles a abordagem cognitiva-comportamental e o apoio medicamentoso, onde são avaliados o tipo de dependência (física, psicológica e/ou comportamental), grau de dependência (baixo, médio ou elevado) e necessidade de prescrição medicamentosa.
A Abordagem Cognitivo-Comportamental envolve o estímulo ao auto-controle ou auto-manejo para que o indivíduo possa aprender como escapar do ciclo vicioso da dependência, e a tornar-se assim um agente de mudança de seu próprio comportamento.
O Apoio Medicamentoso é utilizado para facilitar a abordagem comportamental na fase em que os fumantes manifestam sintomas da síndrome de abstinência. Embora o apoio medicamentoso aumente as chances da cessação de fumar, para que se alcance um resultado satisfatório não deve ser usado fora do contexto do apoio comportamental, onde o fumante vai sendo paulatinamente estimulado e orientado a lidar com a dependência psicológica e a se “descondicionar” das associações feitas com o cigarro.
No município de Conselheiro Lafaiete o programa será iniciado a cada trimestre, sendo o próximo o 4º Trimestre/2017 (outubro, novembro e dezembro) onde acontecerá os grupos nas ESF – Equipes de Saúde da Família do Sion, Albinópolis, Museu, Amaro Ribeiro e Lourdes. Os participantes interessados deverão procurar suas unidades de saúde e fazer sua inscrição no início do trimestre. A cada trimestre, os grupos serão desenvolvidos em outras unidades da Estratégia Saúde da Família (ESF).